VEJA COMO TRANSFERIR O BOLSA FAMÍLIA PARA OUTRO ESTADO

O Bolsa Família é um programa com muita importância social no nosso país. A inciativa garante que as famílias que se encontram em situação de pobreza possam receber atenção especial do governo através de um suporte financeiro mental.

Para continuar recebendo a bolsa, a família deve estar sempre em regular com o programa e informar em caso de mudança de estado. Você sabe como transferir o seu auxílio para outra região? Leia o texto abaixo e descubra.

Como funciona o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda que proporciona subsídio das necessidades básicas para as famílias cadastradas. Para isso, é necessário que elas estejam com a documentação em dia e em situação regular com o órgão responsável. Por isso, quem ainda não realizou o cadastro Bolsa Família 2019, deve ficar atento!

O valor do bolsa família depende cada núcleo familiar e da quantidade de crianças e adolescentes dependentes cadastrados. Supostamente, esta cifra deve ser suficiente para suprir vestimenta, transporte, alimentação, entre outros.

Como transferir a bolsa para outro estado?

Quem já faz parte do Bolsa Família está registrado no Cadúnico e por isso, precisa manter os dados atualizados no recurso. Para que isso aconteça, você precisa procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do estado em que reside no momento com toda a sua documentação e dos seus dependentes.

Você deverá atualizar os dados no novo CRAS, portanto um comprovante de residência do novo endereço. Outros documentos podem ser exigidos, então, informe-se antes com o atendimento da instituição local.

Para não atrasar o pagamento de acordo com o calendário Bolsa Família 2019 não se esqueça de atualizar o CRAS em relação a mudança de escola dos dependentes.

O que acontece se eu não informar a mudança?

Como você já deve saber, o Bolsa Família é um programa que dispõe de algumas regas de uso e o beneficiado deve segui-las corretamente Em primeiro lugar, é importante ressaltar que todos os dados da família cadastrada devem estar sempre atualizados e informados ao CRAS.

Estes dados são muito importantes para o Governo Federal e quado a família deixa de cumprir, não informando a mudança de endereço, por exemplo, a bolsa a ser recebida pode ficar retida e até ser suspensa.

Quando isso acontece, a família prejudicada precisa correr atrás dos danos e se regularizar o mais rápido possível. Só com os dados e dias, o benefício será liberado novamente.